AMarA Dança

Enquadramento

As artes são uma expressão universal presente em todas as idades, géneros, culturas, que assumem diversas formas e estilos, eliminando barreiras e conectando pessoas. Existe um número crescente de evidências que apontam os benefícios das artes na promoção do bem-estar. O envolvimento nas artes facilita a comunicação, estimula a criatividade, melhora a autoestima e facilita novas formas de expressão. Igualmente, estudos recentes sugerem o papel das artes na redução do estigma e da exclusão social, facilitando a autodescoberta, autoexpressão, relações e identidade social

Na visão do MOSAICO, a dança é vista como um mosaico que se fragmenta em diversas expressões da existência de quem participa em relação consigo e depois em correlação com o todo que se vai coconstruindo nessa correlação. A plataforma o MOSAICO tem vindo a desenvolver projetos inclusivos, artísticos e educativos há cerca de 20 anos, com diversos parceiros, contextos tendo em vista a educação para a cultura e para a arte bem como a inovação artística e cultural, promovendo a pesquisa, criação e experimentação, com uma particular atenção à inclusão e combate à exclusão social envolvendo a participação ativa das comunidades

Contextualização do projeto

A Dança é vista como uma base do trabalho artístico, que funde em cruzamentos artísticos e potencia a dimensão de desenvolvimento das competências pessoais, sociais e artísticas de todos os participantes. Procura a diversidade de caminhos e um constante enriquecimento através de experiências, onde a multidisciplinaridade surge como impulso de novos métodos e respostas. Procura novas motivações, desafios e uma reflexão da arte associada à diversidade da pessoa com e sem deficiência, potenciando a arte como meio inclusivo e promotor de desenvolvimento de competência.

A avaliação nem sempre assumiu um papel primordial nestes projetos devido à falta de instrumentos de avaliação adequados e disponíveis nesta área. A formação dos profissionais que integram as equipas MOSAICO no domínio da avaliação de projetos tem sido uma aposta, mas ainda não é o suficiente para se fazer uma avaliação mais consistente do real impacto. É sentida a falta de recursos e instrumentos de avaliação o que é vista como uma urgência para se realizar com mais eficácia a medição do impacto dos projetos e a evolução de cada interveniente de forma mais consistente.

Há uma necessidade urgente de ter um modelo compreensivo que se aplique em todas as dimensões da Dança que o MOSAICO intervém, sendo que o MARA Movement Assessment and Reporting App aparece como uma proposta para colmatar esta falha. Não pretendemos ficar com o dominío desta ferramenta trazida da Austrália, mas disseminar e passar a mais profissionais tanto da área da dança como da educação

Sabendo das diversas potencialidades que este instrumento pode trazer nos múltiplos contextos da Dança, o livro “AMarA Dança” pretende dar um contributo para o conhecimento desta área, podendo também servir para, a partir deste, serem realizados outros estudos, mais aprofundados, para passar a experiência do próprio estudo ao contexto da avaliação específica de intervenções em e pela Dança.

O projeto que propomos, teve uma implementação inicial experimental no Agrupamento de Escolas de Abação em Guimarães, em contexto da disciplina de dança com alunos de 5o ano, resultaram vários planos de aula que serão partilhados como exemplos de sessões. Os alunos da Licenciatura de Dança da Faculdade de Motricidade Humana, na disciplina de pedagogia e didática da dança – módulo dança criativa, com a Professora Doutora Elisabete Monteiro, com a colaboração da Professora Doutora Paula Lebre, elaboraram planos de sessões de dança criativa através das 6 histórias do livro “AMarA Dança”. O Resultado será inserido no projeto para ser publicado juntamente com o livro.